Top Ad unit 728 × 90

Veja também:

verbete

André Nogal por aí: Lanchonete do Estadão, São Paulo



Fundado em 1968 no prédio onde funcionava o Jornal Estadão, a lanchonete logo se tornou ponto de encontro dos jornalistas trabalhavam ali. Foi uma das primeiras lanchonetes 24h da cidade, o que contribuiu para sua popularidade entre os notívagos e seres da noite. Talvez este seja o correspondente paulistano do carioca sanduiche do Cervantes.


Está sempre cheio a qualquer hora do dia ou da noite, e nunca falta pernil, que pode vir da maneira tradicional no pão francês, com cebola, pimentão e tomate, ou com várias opções de queijos, salada de batata ou pão sírio. Se você pedir, o atendente trás um pratinho com a pele do pernil (que teoricamente teria que ser crocante).


O sanduiche é gostoso mas bruto, o pão branco e sem graça e pela primeira vez eu coloco o Rio na frente de Sampa em matéria de comida. Mesmo eu não sendo fã, o Cervantes ganha do Estadão. E outros como o meu preferido Opus são bem melhores.  Mas vale o passeio turístico, e dizem que a coxa creme de lá é muito boa. Ainda não provei.


Estadão Lanches
Site: estadaolanches.com.br (mas parece fora do ar)
Fica bem no centro, Viaduto 9 de julho, 193 - tel: (11) 3257-7121- Google Maps/+
Preço: sanduíche de pernil a R$10 em setembro/2012
Pagamento: dinheiro ou cartão
★☆☆☆☆ Bom pernil em pão ruim. Vale pela história.
André Nogal por aí: Lanchonete do Estadão, São Paulo Reviewed by André Nogal on 9.4.13 Rating: 5

2 comentários:

  1. Estadão salvando nossas madrugadas da vida! huahauhah

    ResponderExcluir
  2. Quantas delícias por aqui!
    Beijos

    ResponderExcluir

Design by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.