Top Ad unit 728 × 90

Veja também:

verbete

Cozinha sem segredo - Sabores da América Latina, e o boom da gastronomia peruana

Cozinha da picanteria La Lucila - Arequipa/Peru
Como expliquei, o Cozinha sem segredo - Sabores da América Latina, é um projeto que pretende apresentar aos brasileiros a comida popular latino americana. O projeto aborda a culinária popular: a comida de rua, os restaurantes populares, e o que é consumido nos lares todos os dias.

Mercado de Surquillo - Lima/Peru
Para começar a pesquisa precisávamos definir um roteiro, e um ponto de partida. Poderíamos começar pelo sul (Argentina e Uruguai), ou pelo norte da América Latina (México), ou por pelo menos outras 30 possibilidades.

O roteiro geográfico era mais simples. Mas, pensando melhor, não deveríamos ignorar o fato de que gastronomicamente, entre os países da América latina hoje, o Peru é o país com maior destaque, o que mais cresce em importância. Sua gastronomia variada, de ingredientes exóticos*, aliada aos esforços de seu governo na promoção de seus produtos**, e ao respaldo de nomes importantes da gastronomia mundial como chef espanhol Ferrán Adriá e o chef peruano Gaston Acúrio (este o maior representante e divulgador da gastronomia peruana no mundo) resultaram tanto no crescimento do turismo gastronômico, quanto na exportação de franquias, ingredientes, mão de obra e bens de consumo.

Cuchara cevichera, ou cebichera, colher especial para se comer ceviche, o prato mais famoso da nova gastronomia peruana.
Assim, começar por um país pelo qual o interesse público já existe, pode ser uma boa forma de tornar o projeto mais interessante tanto para nós que fazemos, tanto para quem acompanha. Entender as razões do sucesso da gastronomia peruana pode apontar um caminho a ser seguido pelos demais países latinos.

Pimentas tradicionais peruanas, processadas industrialmente.
A escolha foi feita, a viagem já começou, e o resultado, você começa a ver aqui e nos instagram @andrenogal e @dcoracao. :-)

Quer saber mais sobre o boom da gastronomia peruana? O que não falta é material. Em português a Folha tem uma matéria sobre a invasão dos Inka chips, chips de banana e batatas variadas, no mercado internacional. A Veja já destacou o Peru por conta do Word Travel Awards, que o Peru ganhou todos os anos, desde 2012, o prêmio de melhor destino gastronômico da América do Sul. E o Zero Hora fala de Gastón Acúrio.

*Ingredientes exóticos para o resto do mundo, embora muitas vezes comuns aos outros países da América Latina. Com relação aos ingredientes, é bom lembrar o fato de que Peru é favorecido geograficamente com mar, montanhas e floresta amazônica, o que traduz na variedade de ingredientes. Quanto aos pratos, temos uma interessante fusão da culinária espanhola, indígena (principalmente inca), africana e cantonesa.

**O papel do estado tem sido fundamental nesse processo de crescimento da gastronomia peruana, promovendo políticas de desenvolvimento, abertura, e principalmente preservação e proteção das tradições culturais. Fomentando a pesquisa e desenvolvimento tecnológico da gastronomia e sua publicação. E não menos importante, investindo em controle sanitário. Esse esforço não é vão. Conforme documento da Apega, http://www.apega.pe/ medindo-se apenas o valor gerado pelos restaurantes, um estudo revela que em 2009 foi produzido o equivalente a 4,2% do PIB. O governo peruano percebeu que a gastronomia impulsiona indústrias relacionadas, tais como transporte de alimentos, turismo, ferramentas de fabricação, utensílios de cozinha, fábricas de cadeiras, mesas, toalhas de mesa, etc.

Cozinha sem segredo - Sabores da América Latina, e o boom da gastronomia peruana Reviewed by André Nogal on 29.9.14 Rating: 5

Nenhum comentário:

Design by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.